Fruitvale Station: A Última Parada

Informações

Título original: Fruitvale Station
Gênero: Drama
Lançamento: 2013
Duração: 85 minutos
País de Origem: USA
Direção: Ryan Coogler
Distribuidor: Forest Whitaker’s Significant Productions
Nota no imdb_31x14: 7.5

Sobre o Filme: Estados Unidos, 2008. Oscar Grant (Michael B. Jordan) tem 22 anos e acaba de ser demitido do emprego por chegar constantemente atrasado. Ele esconde esta notícia de Sophina (Melonie Diaz), a mãe de sua filha, por achar que pode recuperar o emprego após conversar com seu chefe. Bastante ligado à mãe (Octavia Spencer), Oscar enfrenta problemas quando resolve ir com Sophina ver as festividades de ano novo em San Francisco.

DETALHES DO ARQUIVO

Trilha de Áudio: Português e Inglês
Legenda Disponível: Sem Legenda
Qualidade: DVDRip
Nota do Áudio: 10

Nota do Vídeo: 10
Tipo de Arquivo: AVI
Tamanho do Arquivo: 838 MB

AVI Dual Áudio
BruploaD

Michael B. Jordan
Melonie Diaz
Kevin Durand
Chad Michael Murray
Ahna O’Reilly
Octavia Spencer

Olha! Assisti ao filme duas vezes. Na primeira, não sei se por ter assistido em duas partes, parei num dia, e continuei no seguinte, achei o filme apenas regular. Já na segunda confesso, que achei bem melhor que da primeira vez. Ryan Coogler, foca desde o início, os conflitos internos de Oscar, o relacionamento familiar, as amizades, ou seja, foca no drama de um jovem que vivia uma vida “normal”, que em algum momento de sua vida, tomou um rumo obscuro e ruim, mas que estava tentando corrigir seus erros, condenado, mas tentando ir em frente, até ter sido assassinado, vítima do descaso e preconceito (isso tudo é muito morno em nenhum momento é instigante). Da primeira vez, achei a atuação de Michael B. Jordan bacana, nada além, mas reparando melhor, ele mescla ferocidade e um sentimentalismo no olhar, que é absurdamente bom. A atriz que nunca vi em um drama, e sim em várias comédias, Octavia Spencer foi muito bem, assim como Melonie Diaz. Fruitvale Station – A Última Parada, se sai razoavelmente bem, ao transpor uma história verídica para a ficção. Mesmo assistindo pela segunda vez, e achando um pouco melhor, não sei ainda o porquê não consegui partilhar da mesma opinião dos colegas acima (Ótimo), a atuação do elenco assim como o clímax do filme é bom, mas o resto do filme ainda continuei achando desinteressante. O filme não é ruim, mas também não é essa maravilha toda, como produção cinematográfica (muito bem citado pelo Pablo S. 43 anos) é bem monótono, em minha opinião, existe outros baseados em histórias reais bem melhores (sem uso de pirotecnia também), mas isso tudo que descrevi acima, não tira méritos da homenagem a Oscar Grant III. Assista e tire suas próprias conclusões. Esta foi a minha. Um filme baseado em fatos reais regular, com uma mensagem poderosa, porém utópica e, por isso, banal.