Galinha Pintadinha 1

Informações

Título original: Galinha Pintadinha 1
Gênero: Animação
Lançamento: 2014
Duração: 120 minutos total
País de Origem: Brazil
Direção: Marcos Luporini, Juliano Prado
Distribuidor: Europa Films
Nota no imdb_31x14: 6.9

Sobre o Filme: Para crianças de todas as idades, o DVD da “Galinha Pintadinha e sua turma” contém novas versões das tradicionais cantigas populares brasileiras. Todas com animações super divertidas que ensinam como é bom cantar e aprender. As letras saltitantes ajudam na leitura e as versões karaokê vão fazer a criançada exercitar o lado musical.

DETALHES DO ARQUIVO

Trilha de Áudio: Português
Legenda Disponível: Português
Qualidade: BDRip
Nota do Áudio: 10

Nota do Vídeo: 10
Tipo de Arquivo: MKV
Tamanho do Arquivo: 2,8 Gb

BDRip Nacional
Parte 01Parte 02Parte 03

Em 28 de dezembro de 2006, a dupla decidiu adicionar uma animação infantil no site YouTube para apresentação a alguns produtores de um canal infantil de São Paulo, pois não teriam como comparecer a reunião. Os executivos não aprovaram o vídeo, e a ideia inicial não vingou. Porém seis meses depois, a dupla, que não havia removido o vídeo do site, percebeu que o número de visualizações estava bastante expressivo, cerca de 500.000.
Percebendo a possibilidade de sucesso, o projeto seguiu adiante então com a criação do DVD Galinha Pintadinha e Sua Turma, que contava com animações em 2D com personagens infantis e músicas de domínio público. O áudio incluía cantigas de várias gerações, como “A Barata”, “Indiozinhos”, “Escravos de Jó” e “Marcha soldado”.[3]
Em 2010, já com o apoio da Som Livre a equipe criou o segundo DVD, intitulado Galinha Pintadinha 2. O DVD também incluia cantigas clássicas, como “Atirei o pau no gato”, “Alecrim Dourado”, “Sapo Cururu” e “Se Essa Rua Fosse Minha”.[4] Já no primeiro mês, foram mais de 100 mil cópias vendidas, o que garantiu a premiação com disco de platina duplo.[5] [6]
Até 2015, a marca está na 89º posição mundial nas 150 marcas licenciadas que mais faturam no mundo, aparecendo na Forbes Brasil